Tatis PensAtiva

Para pensamentos ativos, que transformem! Mesmo que somente a sí.

sexta-feira, novembro 24, 2006

Reflexão de Pedro Bial sobre a morte

Veja esta obra prima do Pedro Bial!!

Peço licença para publicá-la em meu blog, pois recebi via e-mail e acreditei que era muito interessante que outros pudessem ler também!

Leia com calma e reflita bastante.

"Assisti a algumas imagens do velório do Bussunda, quando os colegas do Casseta & Planeta deram seus depoimentos.
Parecia que a qualquer instante iria estourar uma piada.
Estava tudo sério demais, faltava a esculhambação, a zombaria, a
desestruturação da cena.
Mas nada acontecia ali de risível, era só dor e perplexidade, que
é mesmo o que e causa em todos os que ficam.
A verdade é que não havia nada a acrescentar no roteiro: a morte,
por si só, é uma piada pronta.
Morrer é ridículo.
Você combinou de jantar com a namorada,está em pleno tratamento
dentário, tem planos pra semana que vem, precisa autenticar um documento em cartório, colocar gasolina no carro e no meio da tarde morre.
Como assim?
E os e-mails que você ainda não abriu, o livro que ficou pela
metade, o telefonema que você prometeu dar à tardinha para um cliente?
Não sei de onde tiraram esta idéia: morrer.
A troco do que?
Você passou mais de 10 anos da sua vida dentro de um colégio estudando fórmulas químicas que não serviriam pra nada, mas se manteve lá, fez as provas, foi em frente.
Praticou muita educação física, quase perdeu o fôlego, mas não desistiu.
Passou madrugadas sem dormir para estudar pro vestibular mesmo sem ter certeza do que gostaria de fazer da vida, cheio de dúvidas quanto à profissão escolhida, mas era hora de decidir, então decidiu, e mais uma vez foi em frente...
De uma hora pra outra, tudo isso termina numa colisão na freeway, numa artéria entupida, num disparo feito por um delinqüente que gostou do seu tênis.
Qual é?
Morrer é um chiste.
Obriga você a sair no melhor da festa sem se despedir de ninguém,
sem ter dançado com a garota mais linda, sem ter tido tempo de ouvir outra vez sua música preferida.
Você deixou em casa suas camisas penduradas nos cabides, sua toalha úmida no varal, e penduradas também algumas contas.
Os outros vão ser obrigados a arrumar suas tralhas, a mexer nas suas gavetas, a apagar as pistas que você deixou durante uma vida inteira.
Logo você, que sempre dizia: das minhas coisas cuido eu. Que pegadinha macabra: você sai sem tomar café e talvez não almoce, caminha por uma rua e talvez não chegue na próxima esquina, começa a falar e talvez não conclua o que pretende dizer. Não faz exames médicos, fuma dois maços por dia, bebe de tudo, curte costelas gordas , mulheres e morre num sábado de manhã.
Se faz check-up regulares e não tem vícios, morre do mesmo
jeito.
Isso é para ser levado a sério?
Tendo mais de cem anos de idade, vá lá, o sono eterno pode ser bem-vindo.
Já não há mesmo muito a fazer, o corpo não acompanha a mente, e a mente também já rateia, sem falar que há quase nada guardado nas gavetas.
Ok....
Hora de descansar em paz.
Mas antes de viver tudo, antes de viver até a rapa? Não se faz. Morrer cedo é uma transgressão, desfaz a ordem natural das coisas.
Morrer é um exagero.
E, como se sabe, o exagero é a matéria-prima das piadas.
Só que esta não tem graça.
Por isso viva tudo que há para viver.
Não se apegue as coisas pequenas e inúteis da Vida...
Perdoe....sempre!!

Perdoe....sempre!!

Perdoe....sempre!!

Perdoe....sempre!!"

Não necessita comentários............

terça-feira, outubro 24, 2006

Valeu!!!

"SOCIEDADE PRECONCEITUOSA

Por Miriam Garavello

Nasci numa família honesta, trabalhadora, bem conceituada mas, ... preconceituosa.
Bem cedo comecei a sentir o peso do preconceito que, com o tempo viria a ser devastador para mim.
Já em tenra idade, era visível a todos as minhas tendências, os meus pendores. Era muito difícil para mim, na minha inocência, conseguir disfarçar os meus desejos.
Os vizinhos começaram a falar e, ao me verem, não conseguiam esconder um sorriso irônico.
As crianças,especialmente as meninas, eram proibidas de brincar comigo, pois as mães temiam a má companhia, já que eu poderia ser uma influência na formação moral de suas filhas.
Minha família, horrorizada, tentava dissuadir-me de continuar na vida que eu havia escolhido. Mas foi tudo em vão. Para desespero de meus pais e vergonha de meus irmãos, comuniquei-lhes que o desejo que eu trazia dentro de mim era mais forte do que eu mesma. Resolvi seguir uma profissão que é conhecida como uma das mais antigas da história da humanidade. Esta profissão era o que os meus familiares mais temiam para mim. Papai, escandalizado, não permitia que eu sequer mencionasse minha profissão diante de vovó Regina, por causa de sua idade já muito avançada. A velha poderia não resistir ao choque de ver sua neta em tão degradante profissão.
Em todo lugar que eu ia, sentia-me humilhada, menosprezada, e minha auto-estima ia se esvaindo pouco a pouco. Para não envergonhar mais ainda a minha família, adotei um nome de guerra: Veruska, e passaria a viver no anonimato.
Um dia, ao entrar num estabelecimento comercial, fiz uma modesta compra que seria paga em poucas prestações.
No setor de crediário, para efetuar-se o meu crédito com um carnê, seguiu-se o seguinte diálogo:
_ Com licença, boa tarde! Eu gostaria de abrir um crediário nesta loja...
_Pois não! Poderias me apresentar seus documentos?
_Ah, sim! Aqui estão: carteira de identidade e CIC. Está bom assim?
_Está. Mas aguarde um pouco enquanto faço umas verificações.
Enquanto eu esperava, a sala ia enchendo de gente. Todos conversavam alto, e o vozerio ia me deixando cansada.
Finalmente, a atendente perguntou:
_Sua profissão?
E eu olhei em volta, envergonhada, com medo que alguém pudesse ouvir e me tratar com desrespeito.
Apenas falei baixinho:
_Sou p... ( e não tinha coragem de continuar, temia ser desmascarada ).
_Como? -Perguntou a moça atendente.- Fale mais alto, por favor! Há muito barulho neste recinto!
_Sou pr... e engasguei.
_A senhora está se sentindo bem? Quer um copo de água?
_Enrubesci. Quanta humilhação em ter que admitir tão infame profissão. Se eu falasse, muitos ouviriam. Mas tentei novamente:
_Sou pro... pro... pro...
_Prostituta?
_Não... pior... sou pro... fessora... ( disse e baixei a cabeça humilhada ).
A atendente olhou-me com ar de desprezo e reprovação. Minutos depois comunicou-me que meu crédito não havia sido aprovado.
Algumas senhoras me olhavam disfarçadamente e cochichavam. Outros riam. Uma velha, indignada, perguntou-me se eu não tinha vergonha na cara. Foi demais para mim. Larguei dessa vida.
Hoje sou uma senhora feliz, rica e respeitada por todos com minha nova profissão onde aprendi muito com as novas colegas de trabalho. Algumas destas prostitutas também haviam sido PROFESSORAS.
05/2000"

Obrigada por deixar postar aqui seu texto, que adorei!!!!!!

bjssssssssssssssssssssss

domingo, outubro 15, 2006

DIA DOS PROFESSORES!!!!

"Aprendi muito com meus mestres, mais com meus companheiros e mais ainda com os meus alunos."

(Provérbio Judaico)

PARABÉNS AOS PROFESSORES/AS QUE ACREDITAM QUE, SOMENTE COM EDUCAÇÃO DE QUALIDADE CONSEGUIREMOS MUDAR, TUDO!!!

MUITOS BEIJOS SAUDOSOS NOS MEUS ALUNOS, QUE TANTAS ALEGRIAS ME DERAM!!!

MUITAS COISAS APRENDI COM MEUS PROFESSORES/AS, OBRIGADO A TODOS!!!

BEIJOS ÀS MINHAS COLEGAS E AMIGAS, SAUDADES TAMBÉM!!!

OBRIGADO A TODAS AS PESSOAS QUE, DE ALGUMA FORMA, ME AJUDARAM A SER A PROFISSIONAL QUE SOU!!!

E, ME AGUARDEM, MEUS FUTUROS MESTRES!!!

BJSSS

sexta-feira, outubro 06, 2006

Está chegando....

Está chegando uma data muito importante: o dia do/a professor/a. Você lembra do que você mais gostava? Ou do que não gostava? Ou daquele muito maluco? Ou brincalhao? O que você desejaria dizer para ele/a, sobre aquela época? Você ainda lembra de quando estava nas séries iniciais (1a. a 4a.)? Então, pare um pouquinho e tente lembrar destas pessoas que foram tão importantes numa época tão especial que deve ter sido a sua infância.

Muitos beijos para a professora Maira, que foi minha profe na 1a. (ela tinha o cabelo bem cheio e era muito carinhosa); um abraço e muitas risadas com minha professora Miriam, que foi durante uns 5 anos minha colega de Escola (quem imaginaria isso, eihm???). E muitos outros beijos e abraços as demais, que nunca foram esquecidas, só guardadas numa parte mais escondidinha da minha lembrança.

Vou sentir falta dos desenhos e dos abraços que sempre recebo nesta data, pois estou de licença. Mas logo estarei voltando.....

bjsss

terça-feira, outubro 03, 2006

evoLUIR

DEFINIÇÃO MINIDICIONÁRIO LUFT: 1. MODIFICAR-SE; DESENVOLVER-SE; TRANSFORMAR-SE. 2. EXECUTAR EVOLUÇÕES. == EVOLUÍDO adj.

Como esperar que alguém evolua, cobrar que as pessoas evoluam, se você mesmo não consegue fazer isso em você??? A tarefa é mais difícil do que parece. é um caminho longo, muitas vezes doloroso. Sair do ponto A para o ponto B é algo mais complexo do que parece. Não digo que seja impossível e, sim, que é complicado.
Geralmente envolve sentimentos, atidudes, pensamentos que nos acompanham desde antes de nascermos. Muito pode estar no DNA, no subconsciente, nas células do corpo. Pirei??? Tem certeza??? Então analise suas próprias atitudes, sua visão de certas coisas, que não encaixam com o senso comum (e entenda-se por isso algo que é comum a maioria absoluta das pessoas).
Mas acredito que, a simples atitude de reconhecer sua incapacidade momentanea já é um ponto positivo para sua evolução. Não digo que é fácil. E o que é fácil na vida??? E não digo que seja impossível. Está tudo na sua capacidade interor. Na vontade de mudar que você sente.

sábado, setembro 30, 2006

A Raposa e a Cegonha

"A raposa e a cegonha mantinham boas relações e pareciam ser amigas sinceras. Certo dia, a raposa convidou a cegonha para jantar e, por brincadeira, botou na mesa apenas um prato raso contendo um pouco de sopa. Para ela, foi tudo muito fácil, mas a cegonha pode apenas molhar a ponta do bico e saiu dali com muita fome.

- Sinto muito, disse a raposa, parece que você não gostou da sopa.
- Não pense nisso, respondeu a cegonha. Espero que, em retribuição a esta visita, você venha em breve jantar comigo.

No dia seguinte, a raposa foi pagar a visita. Quando sentaram à mesa, o que havia para o jantar estava contido num jarro alto, de pescoço comprido e boca estreita, no qual a raposa não podia introduzir o focinho. Tudo o que ela conseguiu foi lamber a parte externa do jarro.

- Não pedirei desculpas pelo jantar, disse a cegonha, assim você sente no próprio estomago o que senti ontem.

(Quem com ferro fere, com ferro será ferido)"

Se você acredita que sempre ficará impune das coisas ruins que pratica, saiba que tudo tem sua hora, seu momento.

Aprenda com seus erros, seja uma pessoa melhor!!!

sexta-feira, setembro 29, 2006

Aprender é muito mais

Aprender é algo constante e empolgante. Você aprende de diversas maneiras, com os mais variados meios. Mas o importante mesmo é estar aberto para isso, é querer aprender mais e mais e não espera que alguém faça por você.
No dicionário, aprender significa: 1- ficar sabendo, conhecendo. 2- reter na memória, decorar. 3- tirar lição, proveito do que se vê ou observa. = apreender. São apenas alguns conceitos que nos explicam o significado da palavra, mas o que precisamos mesmo é conhecer o significado do que é "aprender".
Não é só o mais "estudado", diplomado que aprende (e não deixe de ser um!!!!). Todos nós aprendemos com as lições que a vida nos dá, através das pessoas que convivem conosco, ao nosso redor. Sejam elas nossos mestres, parentes, amigos, inimigos, vizinhos, desconhecidos, conhecidos, .... Aprender não quer dizer que as coisas deveriam estar num papel, em algo escrito, palpável. É, sim, aproveitar todos os momentos de nossa vida para avaliar os acontecimentos e, com eles, crescer. Sejam bons ou ruins, não importa. Grande é o homem que sabe aprender com as coisas da sua própria vida!!!
Por isso que ser professora ou professor requer mais do que diplomas, cursos e afins. Essa profissão exige amor, carisma, carinho, paixão, orgulho positivo, vontade de fazer mais e melhor a cada dia. Voce não é o que está num simples papel, você é o que fez durante sua vida. Passe aos demais todo o conhecimento que herdou dos diversos livros que leu, cursos maravilhosos que fez, dias e noites. Mas, principalmente, o que você apreendeu de tudo isso.


bjssss